Think Tank de Associados do GRITA! propõe uma engenhosa evolução da urna eletrônica permitindo que já em 2022 o voto seja auditável e a apuração pública – sem uso do papel Os Engenheiros do ITA Eduardo Guy de Manuel (Coordenador do TT) e Carlos Rocha (Responsável Técnico), contando com o apoio do TRE do Paraná, apresentaram ao TSE uma solução de custo mínimo para contornar duas condições que tornam frágeis a continuidade de uso das urnas com a arquitetura atual: impossibilidade de auditorias e descumprimento da regra de publicidade para o ato da apuração. A apuração, como Ato Administrativo...

ler mais